compartilhe ↺
Foi amor. Até que deixou de ser.
O Teorema do Caos.
compartilhe ↺
Sempre em frente,
Não temos tempo a perder.
Legião Urbana.  
compartilhe ↺
Acalme-se
Siga as estações
O que hoje é inverno,
Amanhã será flor.
Manuscrituras.
compartilhe ↺
Uma voz dentro de mim soluça: ‘Veja só, foi isso que você virou. Está rodeada por opiniões negativas, olhares desanimados e rostos zombeteiros, pessoas que não gostam de você, e tudo porque não escuta o conselho de sua metade melhor.’ Acredite, eu gostaria de escutar, mas não dá certo, porque se eu ficar quieta e séria, todo mundo acha que estou representando outro papel e tenho de me salvar com uma piada, e nem estou falando de minha própria família, que presume que devo estar doente, me enche de aspirina e sedativos, sente meu pescoço e minha testa para ver se estou com febre, pergunta sobre os movimentos intestinais e me critica por estar mal-humorada, até que eu não aguento mais, porque quando todo mundo começa a me chatear, fico irritada, e depois triste, a parte má do lado de fora e a boa do lado de dentro, e tento achar um modo de me transformar no que gostaria de ser e no que poderia ser se…se não houvesse mais ninguém no mundo.
O Diário de Anne Frank. 
compartilhe ↺
Quando eu acordei hoje eu tinha certeza de quem eu era e do que eu queria, mas já mudei umas quatro vezes desde então. Sei que meu coração dói, mas não sei pelo que, a dor se tornou rotina. A única certeza que eu tenho nesse momento, é que eu te amo. Eu te amo pra cacete, cara! E isso dói pra caramba.
O Pequeno Bob. 
compartilhe ↺
Quando eu acordei hoje eu tinha certeza de quem eu era e do que eu queria, mas já mudei umas quatro vezes desde então. Sei que meu coração dói, mas não sei pelo que, a dor se tornou rotina. A única certeza que eu tenho nesse momento, é que eu te amo. Eu te amo pra cacete, cara! E isso dói pra caramba.
O Pequeno Bob. 
compartilhe ↺
Já perdi as contas de quantas vezes eu engoli meu orgulho por você.
Vercitador. 
compartilhe ↺
Era capaz de enxergar flores num local onde só havia arame farpado.
Augusto Cury.  
compartilhe ↺
Você adora brigar com ela e ela adora implicar com você. Isso tem nome.
Martha Medeiros.  
compartilhe ↺
É a pior morte, a do amor. Porque a morte de uma pessoa é o fim estabilizado, é o retorno para o nada, uma definição que ninguém questiona. A morte de um amor, ao contrário, é viva. O rompimento mantém todos respirando: eu, você, a dor, a saudade, a mágoa, o desprezo - tudo segue. E ao mesmo tempo não existe mais o que existia antes. É uma morte experimental: um ensaio para você saber o que significa a morte ainda estando vivo, já que quando morrermos de fato, não saberemos.
Martha Medeiros.
compartilhe ↺
Que contradição: pedir pro céu pra ser feliz no chão.
Eu me chamo Antônio.  
compartilhe ↺
E se tropeçar, do chão não vai passar. Quem sete vezes cai, levanta oito.
Tiago Iorc.
compartilhe ↺
Que o destino, de vez em quando, decida por nós. A gente merece uma trégua.
Martha Medeiros.
compartilhe ↺
Eu era feliz. Ou pelo menos achava que era. Eu tinha objetivos concretos na minha cabeça, e acreditava fielmente neles. Porém o que eu imaginava ser bom para mim, não era tanto assim. Hoje, ando meio sem esperanças, faço diversas coisas o dia inteiro, e nenhuma delas me preenchem, pelo contrário, me deixam mais vazias, desgastam-me ao máximo. Quanto mais eu procuro o que quero, mais perdida fico. A confusão se instalou em mim, e ela não quer ir embora tão cedo. Vejo pessoas felizes, e satisfeitas com a sua vida profissional, ou pessoal, mas nenhuma destas, eu obtenho sucesso. Li num livro que cada flor tem sua época de florescer, e não é porque uma floresce mais cedo que a outra, que ela é mais importante, ou seja, cada uma tem seu valor. E estou a espera do meu florescimento com ansiedade. Ando pelo meu caminho diário rumo a uma felicidade mascarada. Mas eu vou busca-lá, nem que pra isso eu tenha que adquirir uma caravela e bússola de informações para descobrir um novo caminho. Esta situação está me matando. Virou questão de sobrevivência encontrar minha verdadeira felicidade.
Bianca Vieira. 
compartilhe ↺
A gente mal comanda a gente, muito menos outra pessoa.
Projota.  
THEME